Pages

27 de mai de 2010

A Fúria dos Deuses


Se você viu o Fúria de Titãs de 1981, provavelmente não vai gostar da versão de 2010. Se você não viu a versão de 1981, vai acabar gostando, ou não. O fato é que os "remake" nunca são bons, ou não são completamente ruins, e é impossível não fazer comparações entre as duas versões. Fúria de Titãs (Clash Of Titans, 2010) manteve vários elementos da versão de 81; porém, acrescentou outros personagens, modificou alguns, e até esqueceu de colocar outros.

As mudanças começam logo na história, que nessa versão, Hades aparece. Perseu (Sam Worthingtom) nasceu da união de Zeus com uma mortal. Ele e sua mãe, são jogados no mar, mas somente o bebê Perseu sobrevive, e é salvo por Spyros (Pete Postlethwaight) e Marmara. Perseu cresce sem saber sobre sua verdadeira origem, até que eles chegam de barco na cidade de Joppa. Lá, os mortais estão confrontando os Deuses, que o faz ficarem furiosos. Com a permissão de Zeus, Hades ataca a cidade, e acaba matando a família de Perseu, sobrevivendo apenas ele. Mais tarde, Hades aparece no templo, dizendo que os Deuses estão furiosos com os mortais por não os respeitarem mais, e diz que soltará Kraken (presente na versão antiga) para destriuir a cidade, a não ser que Andromeda (Alexa Davalos) seja sacrificada pelo monstro. É ai que Perseu descobre que é um semi-Deus. O rei não aceita sacrificar sua filha, e então ele convoca um grupo de guerreiros para descobrir como derrotar Kraken, pedindo ajuda à Perseu, que na verdade quer derrotar Hades, pela morte de sua familia. O grupo parte em busca das três bruxas (também presentes na versao antiga) que sabem como derrotar o monstro. Em sua jornada, eles acabam enfrentando vários monstros, incluindo a medusa.

As mudanças não são só na historia. Personagens como a coruja robô, o cerberus de 3 cabeças e a deusa Tétis, por exemplo, não estão nessa versão. Ainda, o cavalo Pégasus, está preto, e na versão de 1981, é branco. Sem contar que a Medusa está "bonita" demais; mesmo tendo sido amaldiçoada a se tornar um monstro. Na versão nova, Hades, o deus do inferno aparece na história, como um dos principais, o vilão. A história em si é boa, e apesar das mudanças facilmente visíveis no roteiro, o filme ficou interessante, sendo exagerado nas cenas de ação, e na atuação dos personagens, principalmente Perseu. Nessa versão, Perseu está "morto", não tem vida, emoção, não tem carisma, é como se fosse um robô. Já o Perseu antigo, é bem ao contrario, ele dá mais emoção à história e ao personagem. Visualmente falando, o filme deixa muito a desejar. Não pela fotografia e figurino do filme, mas sim por causa do 3D. É que originalmente, Fúria de Titãs seria em exibição convencional, e foi produzido assim, mas a Warner decidiu transforma-lo em 3D, ou seja: o Fúria de Titãs em 3D não é o 3D real, e sim uma "transformação". A profundidade, que é o legal do 3D, não aparece, e além das cenas escuras, e nas cenas de batalha, que atrapalha um pouco. Por tanto, vá assistir o filme em projeção normal, será menos pior. De uma forma geral, a versão nova não é ruim, pecando mais mesmo nas exageradas cenas de batalha. Quanto a história, é como eu disse no inicio: quem viu a versão antiga, não vai gostar dessa nova, por causa de algumas mudanças nos personagens e no roteiro;  e quem não viu a outra versão, vai achar essa normal. Como eu vi a versão de 1981, senti falta de alguns personagens, e as mudanças não me deixaram tão entusiasmado.  

Se quiser conferir o enredo da versão de 1981, com os personagens e tudo, acesse esse link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Clash_of_the_Titans_(1981)




TRAILER - FURIA DE TITÃS (2010)





TRAILER - FURIA DE TITÃS (1981)



























Nenhum comentário:

Postar um comentário