Pages

15 de jul de 2010

O fim de Shrek


Desde o lançamento do primeiro Shrek, a DreamWorks havia confirmado quatro filmes da série. O primeiro Shrek foi um sucesso de público e crítica; o segundo seguiu o mesmo sucesso do primeiro; já Shrek Terceiro, não empolgou mais o público. E Shrek Para Sempre (Shrek Forever After, 2010), o ultimo capítulo do ogro, está seguindo os mesmos passos do terceiro: um fracasso. Não que o filme seja totalmente ruim, mas para um capítulo final, o quarto filme da série não está a altura dos outros filmes, principalmente o primeiro e o segundo.

Nesse quarto episódio, vemos o ogro Shrek desanimado, entediado com seu casamento, e entrando na temida "rotina" do casamento. Durante o aniversário dos seus filhos, Shrek surta, dizendo que não é mais o antigo ogro, que assustava as pessoas e era caçado por guardas. Shrek abandona a festa e foge para a floresta. Lá, ele encontra o duende Rumplestiltskin, que sempre quis conquistar o trono de Tão Tão Distante. O duende pilantra convence Shrek a assinar um contrato para que ele volte a ser, por um dia, o antigo ogro que ele era; mas para isso, Shrek tem que entregar uma lembrança da vida dele. Contrato assinado e tudo feito, Shrek tem a sua vida exatamente como queria: um ogro temido e caçado por todos. Mas sua felicidade dura pouco.  Fiona, o burro e o gato de botas, não o reconhecem mais; e o reino de Tão Tão Distante está completamente destruído e reinado pelo duende pilantra. Apesar de não reconhecer Shrek, o burro e o gato de botas resolvem ajudar o pobre ogro a corrigir o erro que fez; mas já Fiona, a chave principal para resolver o problema, não está nem aí para o ogro, e agora é uma líder de um grupo de ogros guerreiros contra o duende do nome complicado.

Como havia dito antes, apesar do fracasso de público e crítica, Shrek Para Sempre não é ruim, mas também não é aquelas coisas. O que salva são os  personagens que todos conhecemos , principalmente o gato de botas, que apesar de ter engordado alguns "poucos" quilos, está encantador, e mesmo com aquela aparência, o seu olhar de gatinho triste e carente está encantador. Essa quarta parte está bastante "adulta", já que agora, Shrek sofre com as rotinas do casamento. Claro que todos os filmes do Shrek tem toques mais adultos, e por isso faz um enorme sucesso e cativa todos, inclusive os adultos. O problema de Shrek é que essa quarta parte é apenas mais um filme da série, e não tem nenhuma grande surpresa; até Shrek Terceiro, que não foi tão bom também, teve uma surpresa bunitinha e agradável: os filhos de Shrek. A única surpresa de Shrek Para Sempre, talvez seja o barulho com o nariz e o ouvido que os ogros conseguem fazer, e Shrek não sabia disso. Dessa vez o filme está mais dramático (principalmente quando Shrek tenta reconquistar Fiona), o roteiro não é empolgante e engraçado, o vilão não tem graça nenhuma e lembra muito um brinquedo presente em Toy Story; mas tem partes engraçadas e as famosas piadas, que as crianças não entendem muito, estão presentes; e os personagens são o que salvam o filme. Mas mesmo assim, o filme é bem agradável, garante um bom divertimento e várias, mas nem tantas, risadas. Shrek Para Sempre não é um bom filme para finalizar uma série, diferente de Toy Story 3.

































Um comentário:

  1. É... acho que a história já deu o que tinha que dar. Os dois primeiros foram impecáveis! Gostei muito, mas o último que vi (Shrek Terceiro) como você disse, não empolgou muito.

    Independentemente da crítica, será bom conferir a quarta aventura do Ogro e se despedir.

    OFF: Também adoro o site "Telona" sempre faço minhas buscas lá!

    Abraço e posso elogiar de novo o blog? Então vai: Aqui está cada vez melhor!!! =]

    ResponderExcluir