Pages

8 de fev de 2011

A luta do vencedor


VENCEDOR DE 2 GLOBOS DE OURO: ATOR COADJUVANTE E ATRIZ COADJUVANTE

7 INDICAÇÕES AO OSCAR: MELHOR FILME, DIRETOR, ATOR COADJUVANTE, ATRIZ COADJUVANTE (DUAS INDICAÇÕES), ROTEIRO ORIGINAL E EDIÇÃO. 

Uma vez que outra sai um filme sobre boxe: O Lutador (The Wrestler, 2008) e Menina de Ouro (Million Dollar Baby, 2004) dirigido por Clint Eastwood, que são os mais recentes; além de Rocky Balboa. O filme da vez é o drama O Vencedor (The Fighter, 2010), dirigido por David O' Russel e estrelado por Mak Whalberg, Christian Bale, Amy Adams e Melissa Leo. O filme é baseado em fatos reais sobre o lutador dos anos 80 Micky Ward e seu irmão Dick Eklund.

O filme conta a trajetória de Mick Ward, interpretado por Mark Whalberg. Desde pequeno, Mick é treinado para ser um lutador pelo seu irmão, Dick Eklund (Christian Bale). Porém, Mick não ia bem nas lutas por causa do seu irmão, que se envolvia com drogas, além de sua estranha e louca, muito louca, família. que inclui 7 irmãs e a mãe, Alice (Melissa Leo). Mick conhece a garçonete Charlene (Amy Adans), que o força a mudar o rumo de sua vida, dizendo que deve se afastar de sua família por conta dos problemas que eles têm, e que isso o atrapalha. Ele terá que decidir o caminho que quer seguir, para se tornar um lutador vencedor,que é o seu sonho.


O Vencedor é um tipo de filme que se destaca nas atuações, e que super atuações. O filme já ganhou o Globo de Ouro de melhor Ator Coadjuvante, para Christian Bale, e atriz Coadjuvante, para Melissa Leo. Christian Bale (Dick) é o que mais se destaca no filme: ele emagreceu muito para o personagem e está com uma aparência diferente, nem parecendo que é ele. Dick é um ex-lutador que entrou no mundo das drogas, e isso destruiu sua carreira; ele treina seu irmão desde pequeno para se tornar um excelente lutador, tudo que Dick não foi. Apesar de fazer várias burradas, ele consegue ser engraçado e cativar o público com o problema dele. Quem se destaca também é Melissa Leo, a mãe de Mick e Dick, uma mulher determinada, mas louca, que cuida dos negócios da família e do próprio filho, Mick. Eu não simpatizei muito com a personagem porque ela é louca, chata, implicante, e acha que só ela está certa; mas a atuação dela é perfeita como uma mãe protetora que só quer estar perto filho. No meio da família, tem as 7 irmãs chatas de Mick, ISSO MESMO, 7, que são super engraçadas, mas dá vontade de dar vários socos nelas. Quem tem destaque também é Amy Adams, que intrepreta a namorada de Mick. Ela é importante para o filme, pois é com ela que ele começa a mudar e achar um rumo na vida.


Os quatro personagens principais, Mick, Dick, Alice e Charlotte têm uma química muito boa, mesmo eles brigando entre si durante o filme todo, e suas atuações são excelentes. Mas o longa tem alguns erros: as cenas de luta poderiam ser bem mais focadas e serem mais emocionantes, mas não são, devido ao modo que usaram a câmera. Além disso, eles poderiam ter focado mais no problema da ex-esposa de Mick e sua filha, que ao longo do filme desaparecem, e nem no final dão sinal de vida. O filme vale mesmo pelas ótimas interpretações dos atores, e o engraçado é que são os coadjuvantes que ganham destaque. Não que Mark Wahlberg não esteve bem, mas Christian Bale e Melissa Leo se destacam mais. E isso foi refletido no Globo de Ouro, que deu os prêmios para eles, e também é refletido na história do filme: ganhar as lutas e ser campeão não era só o sonho de Mick, mas também do seu irmão e da mãe, principalmente do irmão ,Dick.

O Vencedor não tem a mesma emoção e sensibilidade de Menina de Ouro, mas o filme bom e te prende atenção, mas que se destaca mesmo é nos coadjuvantes da história, que se tornam os principais; e é mais do que certo o Oscar sair para eles. Amy Adans também concorre com Melissa Leo em atriz coadjuvante. O Vencedor já está em cartaz nos cinemas.












Nenhum comentário:

Postar um comentário