Pages

2 de jun de 2011

Temporada das Bruxas


Mais um filme com Nicholas Cage que os críticos detonam sem dó e piedade. Caça às Bruxas (Season Of The Wicth, 2011) não é bem o que a gente esperava, mas não é ruim como dizem. Estrelado por Nicolas Cage e Ron Perlman (o HellBoy), Caça às Bruxas é a nova parceria do diretor Dominic Sena com Nicolas Cage (60 Segundos), que mostra dois cavaleiros da idade média que têm que levar uma mulher acusada de bruxaria para o templo dos monges. O filme levou quase um ano para estrear. 

O filme se passa nos anos 1300 (século 14) depois de Cristo, na época em que a Igreja comandava tudo e todos. Behmen (Cage) e Felson (Perlman) são dois cavaleiros medievais que lutam em nome da Igreja para matar os "rebeldes". Após várias batalhas, eles abandonam seus postos, e vão acabar num vilarejo que está tomado pela peste. Eles acabam sendo presos, mas por serem ex-combatentes da igreja, eles recebem a missão de levar uma mulher, Anna (Claire Foy, cujo nome só é revelado no final), para o templo dos monges, onde ela será julgada pelo que dizem que ela é: uma bruxa causadora da praga que o vilarejo está passando. Behmen e Felson, junto com um padre e mais três homens, têm que enfrentar um longo caminho através de morros, florestas, passando por vários perigos para chegar até o templo, onde a garota será julgada se é, ou não, uma bruxa. 


Caça às Bruxas começa sendo um filme de bruxas e, pelo que a história diz, o desfecho deveria ser com bruxas. O enredo é bem interessante, nos levando a um filme de aventura com toques de terror, no estilo de O Senhor dos Anéis, para chegar a um final cheio de surpresas e batalhas. O início do filme aparece as batalhas medievais, que são muito bem feitas e cheias de ação. Caça às Bruxas nos deixa uma dúvida: será que a mulher que está sendo levada para o templo dos monges, é mesmo uma bruxa? A garota pode ser uma bruxa e pode não ser, e isso não tem nada a ver com o que eu disse antes: "...o desfecho deveria ser com bruxas". Tem que ver o filme para entender como fica. A direção de arte e a fotografia estão belíssimas, retratando muito bem a cultura medieval. Durante a viagem, num roteiro mais que previsível, um a um começam a morrer, e a jovem começa a demonstrar que tem poderes paranormais, fazendo os cavaleiros duvidarem de sua inocência. 


Após tantos perigos durante o caminho, o enredo nos leva até o templo dos monges, onde nós temos uma batalha final entre cavaleiros e demônios. Essa é uma das partes mais legais do filme, digna de uma tensa batalha contra demônios; além de ter várias lutas e muita confusão. Os efeitos especiais não são tão bons assim, melhorando bastante nessa parte final; mas o filme conseguiu passar um pouco a sensação de tensão, principalmente  na cena dos lobos e na ponte de madeira caída aos pedaços. Nicolas Cage e Ron Perlman estão bem nos papéis, mas não foram felizes em escolher esses dois personagens com um futuro muito previsível. 

Caça às Bruxas não é tão ruim assim, mas também não gostei muito; e ainda nos acrescenta, ou nos lembra, um pouco sobre as história das bruxas na idade média, tudo o que a maioria sabe. O filme foi um fracasso de crítica e público, faturando apenas pouco mais de $24 milhões, e  mundialmente $85 milhões. No Brasil, o filme se saiu bem melhor, levando 297 mil pessoas para o cinema no primeiro fim de semana, e faturando R$ 3,1 milhões, totalizando quase R$ 8 milhões (o terceiro país, fora EUA, a ter maior bilheteria pelo filme). Nicolas Cage é um ótimo ator, mas ele tem péssimo gosto para escolher filmes (dos mais recentes, tirando Presságio e Vício Frenético).




Formato: DVDRIP/ RMVB
Tamanho: 337 MB
DUBLADO


Formato: DVDRIP/ RMVB
Tamanho: 325 MB
LEGENDADO









Nenhum comentário:

Postar um comentário